Especial Virtualização: Mais de 60 mil processos foram digitalizados em todo o Estado

Faltam 34.876 mil processos para que o Tribunal de Justiça do Acre concretize o Projeto de Virtualização de todo Judiciário Acreano.

Pelo menos 60.638 mil já foram digitalizados, somadas as unidades judiciárias que integram a Comarca de Rio Branco com as do interior do Estado.

Dessa forma, 62% do total de processos que atualmente estão em tramitação já passaram a existir em meio eletrônico, o que torna cada dia mais próximo o sonho acalentado há muito por juízes e servidores do Judiciário.

Na Capital mais de 40 mil processos já foram virtualizados, restando somente 17.786.

A Comarca de Cruzeiro do Sul, a segunda maior do Estado, já virtualizou 9.060 feitos, faltando agora só 168.

 

Os dados fazem parte de um levantamento, realizado pela equipe do Núcleo de Estatística e Gestão Estratégica  (Negest) do TJAC e podem ser acessados aqui.

Benefícios da virtualização

A virtualização traz benefícios a quem trabalha no âmbito da Justiça – como a economia de espaço e a desburocratização das rotinas de trabalho -, mas principalmente aos cidadãos que procuram ou dependem dos serviços judiciários.

Os processos serão apreciados de modo mais rápido, serão julgados com mais eficiência e haverá maior acesso a eles, seja por promotores, advogados e demais operadores do Direito; seja pelas partes interessadas em acompanhar o andamento de suas ações.

Eles também poderão acessar online, através da Internet, os dados básicos dos processos em tramitação, incluindo o teor de despachos, decisões e sentenças.

O avanço do projeto se dá pelo fato de que os trabalhos estão sendo conduzidos simultaneamente a partir de quatro frentes: uma na Comarca de Rio Branco; outra partindo da Comarca de Senador Guiomard rumo aos municípios do Vale do Alto Acre; uma terceira partindo da Comarca de Bujari em direção ao Vale do Juruá e, finalmente, uma quarta na Comarca de Cruzeiro do Sul.

O Projeto de Virtualização é uma das metas prioritárias do Poder Judiciário do Estado do Acre. Seu principal objetivo é garantir maior rapidez, segurança e eficiência no trâmite processual em todo o estado.

Há ainda vantagens ambientais e de segurança dos dados, visto que não há risco de se perder processos devido a incêndios ou outros danos, pois não haverá mais papel.

Com a virtualização, também será possível acessar os autos 24h por dia, a partir de qualquer computador conectado à Internet. Antes era necessário se dirigir a varas e fóruns apenas no horário de atendimento.

A previsão do Negest, que divulgou as informações, é de que até o final de 2012 todos os processos em tramitação no estado estejam virtualizados.

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Atualizado em 06/07/2015