Esjud participa do XXXI Encontro do Copedem no Paraná

O diretor da Escola do Poder Judiciário (Esjud), desembargador Francisco Djalma, participou do  XXXII Encontro do Colégio Permanente de Diretores de Escolas Estaduais da Magistratura (Copedem), promovido em Foz do Iguaçu (PR), entre os dias 22 e 24 deste mês de agosto.

O tema do evento foi “Jurisdição e Espaços de Integração”, e esteve focado especialmente na relação entre os países do Mercosul e seus associados.

Segundo o diretor da Esjud, “foram discutidos temas de grande relevância como a Lei Maria da Penha, direitos indígenas, de menores e a repressão ao trabalho escravo”.

Francisco Djalma comentou que o presidente do Copedem, desembargador Antônio Rulli, destacou no evento que o Copedem, desde 2006, trabalha pela unificação das linhas pedagógicas e institucionais das escolas de magistratura estaduais e ressaltou que “os encontros permitem que as experiências dos diversos Estados sejam compartilhadas e aprimoradas”.

O desembargador informou também que a escola trabalha em harmonia com as diretrizes traçadas pela Enfam, assim, os encontros tem sido um fator importante para que as escolas e magistrados se aproximem e formem parcerias.

No encontro foi apresentado o projeto do Colégio que é a criação da Escola do Mercosul, bastante adiantado pelo Copedem, cujo objeto é qualificar juízes de todo os países, além da discussão dos temas como a globalização, a regionalização e internacionalização de jurisdições, o transconstitucionalismo e a soberania”.

(Com informações da assessoria da Esjud)

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Atualizado em 23/06/2015