Enfam e CNJ iniciam primeiro curso on line para capacitar magistrados

Em parceria com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) iniciou no dia 27 de setembro o primeiro curso de Administração Judiciária on-line.

Do Judiciário Acreano participam do curso 37 magistrados. Dividido em dois módulos – Gestão Cartorária e Gestão de Pessoas –, a capacitação terá duração de 20 horas cada. O objetivo é cumprir a Meta 8 do Judiciário, que consiste em capacitar, até o fim de 2010, pelo menos metade dos mais de 15 mil juízes brasileiros.

A conclusão com aproveitamento do curso será considerada para fins de vitaliciamento e de promoção na carreira. Ele será dividido em dois módulos – Gestão Cartorária e Gestão de Pessoas – e terá duração de 20 horas cada.

Conforme o Secretário da Enfam, Francisco Paulo Soares Lopes, a previsão é de que o curso dure de 25 a 30 dias. De acordo com termo de cooperação firmado recentemente, coube à Enfam a elaboração do projeto e o desenvolvimento do conteúdo, ficando a cargo do CNJ a adaptação e adequação desse conteúdo, sua aplicação no formato de educação à distância, bem como todos os custos operacionais.

A novidade lançada pela Enfam e pelo CNJ é a eliminação da prova como mecanismo de avaliação. A proposta é de acompanhamento, pelo tutor, da frequência e da participação do inscrito. Também será utilizado o processo de construção do conhecimento, por meio do qual o próprio aluno verifica se precisa ler mais sobre o tema. Como foi anunciado no período de inscrição, Enfam e CNJ conferirão, em formato digital, certificado de conclusão do curso. Gestão Cartorária e Gestão de Pessoas – e terá duração de 20 horas cada.

O material será disponibilizado pela internet e poderá ser acessado no horário de conveniência do participante, desde que cumprido o período estimado de 30 dias para sua conclusão. Não haverá curso presencial, tampouco transmissão de vídeo ou videoconferência em tempo real. Também não será permitido o fracionamento da carga horária ou do programa.

Além de cumprir a Meta 8 e de selecionar, formar e treinar todos os magistrados vocacionados e engajados na empreitada de modernização do Poder Judiciário, a parceria entre Enfam e CNJ terá como consequência prática a melhoria da prestação jurisdicional. Estão à disposição os endereços eletrônicos www.cnjeducacao.com.br e www.enfam.stj.jus.br/ead.

Contato

Caso algum dos participantes esteja encontrando problemas para acessar o material e acompanhar a execução do curso, a Corregedoria Geral da Justiça do Acre recomenda que seja feito contato com a equipe técnica responsável pelo acompanhamento da atividade, por meio do telefone (68) 3211.5324.

 

(Com informações da Coordenadoria de Editoria e Imprensa do Superior Tribunal de Justiça – www.stj.jus.br)
 

 

 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 05/10/2010