Encontro de Formadores fortalece ações educativas da Esjud

A proposta  é reforçar como a educação pode ser um instrumento de transformação de vidas e da própria sociedade.

Com intuito de fortalecer a agenda de ações educativas deste ano, a Escola do Poder Judiciário (Esjud) promoveu na tarde dessa quinta-feira, 8, o Encontro de Formadores. A ação englobou docentes, tutores, gestores e outros profissionais que atuam com a prática e a organização do trabalho pedagógico do Órgão de Ensino.

O desembargador-diretor Roberto Barros participou da abertura do evento, que teve a condução do professor doutor Francisco Neto, da Universidade Federal do Acre (Ufac). A desembargadora Regina Ferrari também prestigiou a atividade, bem como os juízes de Direito Olívia Ribeiro, Anastácio Menezes, Andréa Brito, Zenice Mota, a qual é coordenadora pedagógica da Esjud, e Rosinete Reis.

“Estamos muito felizes por este Encontro, especialmente porque o Curso de Formação de Formadores (FOFO) que teremos em breve foi credenciado pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam). Aliás, a Enfam o chancelou em termos de equivalência, o que significa que o Módulo I poderá ser realizado aqui na Escola, sem a necessidade de deslocamento dos profissionais até Brasília”, explicou Roberto Barros.

Coordenadora pedagógica da Esjud, a juíza Zenice Mota contribuiu sobremaneira para o êxito na consecução dos trabalhos, com o aporte de tratativas institucionais e o desenvolvimento de estratégias. Coube à magistrada dar as boas vindas ao facilitador, destacando o currículo e a sua cooperação para o engrandecimento do FOFO.

A Gerência de Avaliação de Ensino (Geave), por meio de sua titular, Ivanete Cordeiro, colaborou com os aspectos metodológico e de organização didático-pedagógica. O professor Francisco assinalou que o curso é fruto de um trabalho iniciado há três anos e consolidado pela conjugação de esforços e busca pela qualificação educacional.

A programação começou às 14h, com a exibição do filme “Escritores da Liberdade”, procedido por uma roda de discussão sobre o roteiro da obra cinematográfica. O filme aborda a necessidade de se criarem vínculos sociais dentro de sala de aula, bem como os desafios enfrentados no contexto educacional. No caso, a professora recém-formada Erin Gruwell tem dificuldades com seus alunos desobedientes.

A ideia foi explicitar como a educação pode ser um instrumento de transformação de vidas e da própria sociedade. Em seguida, houve uma dinâmica de grupo e apresentação do Programa de Formação de Formadores 2019.

O ambiente da atividade foi planejado sob uma proposta mais intimista, de modo a propiciar maior acolhimento dos convidados.

Currículo

O professor Francisco Raimundo Alves Neto é um doutor em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e mestre em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). É professor associado da Ufac, de onde também é diretor do Centro de Ciências Jurídicas e Sociais Aplicada. Autor e organizador de livros e de vários artigos científicos. É membro avaliador do Conselho Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Direito (Conpedi). É ainda membro de conselho editorial de revistas jurídicas, educacionais nacionais e internacionais.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:

Fonte: GECOM Atualizado em 09/08/2019