Em audiência de conciliação, família de sindicalista e rede de televisão não chegam a acordo

Em audiência de conciliação e julgamento realizada na manhã desta sexta-feira (11), na 4ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco, não houve acordo entre a família do líder sindical Wilson Pinheiro e a empresa Globo Comunicação e Participações S.A.. O Juiz de Direito Marcelo Carvalho, que presidiu a audiência, determinou a conclusão dos autos para nova deliberação ou sentença de julgamento antecipada do processo. O Juiz pode ainda determinar a produção de novas provas, caso considere necessário.

Na audiência de hoje, a parte autora foi representada pela filha de Wilson Pinheiro, Hiamar Pinheiro, e pelo advogado Ricardo dos Santos Silva. A defesa esteve representada por Florindo Poersch, advogado da empresa.

No processo de nº 0023855-8920098010001 – Procedimento Ordinário de Indenização por Dano Moral (direito de imagem) – a viúva de Wilson Pinheiro, Maria Terezinha de Paiva Pinheiro, reclama da ré Globo Comunicação e Participações S. A. O pagamento de uma indenização no valor de R$ 23,2 milhões, alegando que esta utilizou, sem autorização,  imagens do sindicalista e seus familiares na produção da minissérie intitulada “Amazônia – De Galvez a Chico Mendes”, exibida em rede nacional de televisão, em 2007. A ação foi distribuída no dia 9 de dezembro de 2009.

Outro procedimento envolvendo o mesmo assunto também foi proposto pela família do líder seringueiro Chico Mendes. A audiência de conciliação já foi realizada na 4ª Vara Cível e também não houve acordo entre as partes. O processo aguarda sentença do Juízo.

 

 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 11/02/2011