Diretor da Firb quer implantar Unidade Judiciária na nova sede da Faculdade

A nova sede da Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais Aplicadas Rio Branco – Firb, a ser inaugurada em agosto deste ano, terá uma das mais modernas estruturas para funcionamento do Poder Judiciário em uma instituição de ensino superior do Estado. Nesta quarta-feira, o mantenedor da Firb/Faao, Luís Antônio Campos Correia apresentou as instalações – a obra ainda está em execução – ao presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Samoel Evangelista. Durante a visita, acompanhada pelo vice-diretor geral Carlos José Campos Correia e pelo diretor Acadêmico Samuel Appenzeller, Luís Antônio explicou ao desembargador Samoel Evangelista que a proposta da instituição é entregar toda a estrutura pronta ao Tribunal de Justiça, inclusive com móveis e equipamentos de informática, para que lá possam ser realizadas – inclusive – sessões do Tribunal do Júri. “Nosso compromisso é com a boa formação de nossos estudantes e por isso estamos montando uma estrutura para a faculdade não apenas dentro das regras do Ministério da Educação, mas também que lhes proporcione um ensino de qualidade, por isso nossa preocupação em manter uma boa estrutura para a área jurídica”, disse Luís Antônio. A Firb/Faao que estabelecer com o Tribunal de Justiça do Acre, um convênio de cooperação para que possa funcionar, nas suas novas instalações, uma Unidade Judicial com toda a infra-estrutura necessária, contando com sala para o juiz, área administrativa e uma ampla sala para audiências. “Nosso projeto é ter aqui toda a estrutura para que os nossos alunos, na prática forense, possam acompanhar as audiências na própria faculdade”, disse o mantenedor da Firb/Faao que está dotando a estrutura de condições para até mesmo realizar sessões do Tribunal do Júri. “A idéia é ter a estrutura pronta para que, em o Tribunal de Justiça necessitando da estrutura para, por exemplo, duas sessões simultâneas do Tribunal do Júri, tenhamos condições de atender a demanda”, disse o diretor Acadêmico Samuel Appenzeller. O desembargador Samoel Evangelista mostrou-se satisfeito com a infra-estrutura que está sendo montada pela Faculdade na sua nova sede e que está sendo colocada á disposição do Poder Judiciário acreano. Disse ainda ter gostado muito da proposta apresentada pelo mantenedor para a realização de um convênio com o Tribunal de Justiça, proposta esta que será analisada pela administração do TJ e que pode resultar na implantação, no local, de uma Vara Cível ou até mesmo de um Juizado Especial.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 06/04/2006