Desembargadora-presidente Denise Bonfim realiza visita institucional ao MPAC

Acompanhada da desembargadora Waldirene Cordeiro, presidente da Corte de Justiça Acreana discutiu parcerias que aproximem as instituições, fortaleçam a Magistratura e a sociedade.

A presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargadora Denise Bonfim, realizou nesta terça-feira (21) uma visita institucional ao Ministério Público Estadual (MPAC), no afã de discutir parcerias que aproximem ainda mais as instituições, fortaleçam a Magistratura Acreana e, especialmente, concorram para a defesa dos interesses da sociedade.

Recebida pelo procurador geral de Justiça, Oswaldo D’Albuquerque – que por mais de uma vez agradeceu por sua presença, – ela esteve acompanhada da desembargadora Waldirene Cordeiro, corregedora geral do Tribunal. O procurador geral adjunto para assuntos jurídicos, Cosmo de Souza; o secretário geral do Órgão, Celso Jerônimo (futuro procurador); e os promotores de Justiça, Vinícius Menandro, e Adenilson de Souza, também participaram do encontro.

“É um prazer enorme receber as novas administradoras do Tribunal. Temos de trabalhar integrados, para aumentar os nossos resultados e minimizar as dificuldades. Contem conosco”, declarou Oswaldo D’Albuquerque.

A presidente da Corte de Justiça Acreana assinalou que o diálogo institucional, a maior aproximação e a celebração de parcerias trarão maiores benefícios para a sociedade, e fortalecerão o Judiciário Acreano.

“Precisamos unir os esforços e manter esta harmonia entre as instituições, para ampliar as ações e melhorar os nossos serviços aos cidadãos. Com esta união, passamos a ser mais fortes”, afirmou.

Ao colocar a Corregedoria Geral da Justiça à disposição do Ministério Público, a desembargadora Waldirene Cordeiro elogiou o modelo de administração implementado pela nova presidente do TJAC.

“Embora por modéstia e discrição, a desembargadora Denise não fale sobre isso, é notória e notável a sua condução à frente da Instituição, com um modelo moderno de gestão colaborativa, e administração compartilhada, em que todos os atores são convidados a participar e construir soluções conjuntas”, disse.

As autoridades do Órgão Ministerial concordaram de retribuir a visita do Tribunal, em não muito tempo, a fim de avançarem nas tratativas de interesse mútuo.

 

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 21/02/2017