Desembargadora participa de reunião sobre ferramenta de segurança pública usada na proteção à mulher

Aplicativo S.O.S. Maria, a partir de sexta-feira (7), estará disponível de imediato para Android e, em breve, para iOS.

A presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), em exercício, desembargadora Eva Evangelista, participou de reunião, na Casa Civil, nesta terça-feira (4), para conhecer o aplicativo de celular S.O.S. Maria, uma nova ferramenta de segurança pública usada na proteção à mulher.

Inspirado num projeto de sucesso do Piauí, o aplicativo atuará com duas funções: a de denúncia, que pode ser feita até por terceiros, e o “botão do pânico”, em que a mulher poderá chamar a polícia, sem alardes, durante uma tentativa de agressão, apenas por geolocalização.

A ferramenta, que será lançada na sexta-feira (7), foi apresentada pela governadora, em exercício, Nazareth Araújo, para representantes de várias instituições que fazem parte da Rede de Proteção à Mulher. Para o desenvolvimento do projeto, no qual o TJAC apoia, várias instituições doaram recursos.

Entusiasta do projeto, a desembargadora Eva Evangelista agradeceu a iniciativa da governadora e seu papel em unir mulheres das principais instituições públicas do Estado contra a violência doméstica e o machismo. “Essa é uma rede extraordinária, porque é uma rede que funcionou efetivamente, e muito anima termos o avanço desse projeto aqui no Acre”, conta.

Segundo a secretária de Ciência e Tecnologia, Renata Souza, aos poucos novas funcionalidades ainda serão colocadas no S.O.S. Maria como, por exemplo, a função da gravação de voz e a função específica para mulheres em medida socioprotetiva.

O aplicativo S.O.S. Maria, a partir de sexta-feira (7), estará disponível de imediato para Android e, em breve, para iOS.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:,