Desembargadora Eva Evangelista participa de cerimônia de posse da nova administração do MPAC

Os procuradores Oswaldo D´Albuquerque e Kátia Araújo foram reconduzidos aos cargos de procurador-geral e corregedora-geral do Ministério Público do Acre, respectivamente.


A desembargadora Eva Evangelista, decana da Corte de Justiça Acreana, participou na última sexta-feira (29) da cerimônia de recondução dos procuradores Oswaldo D´Albuquerque e Kátia Araújo aos cargos de procurador-geral e corregedora-geral do Ministério Público do Acre (MPAC), respectivamente.

solenidade_posse_mp_tjac_1

O evento, realizado no auditório do edifício sede do MPAC, também marcou a posse das procuradoras Giselle Mubarac, Vanda Milani e Gilcely Evangelista como membros do Conselho Superior do MPAC.

solenidade_posse_mp_tjac_2

Além da decana do TJAC, que na ocasião representou a Presidência do Tribunal de Justiça do Acre, também participaram da mesa de honra o governador do Estado, Tião Viana; o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre; a presidente da Associação Nacional do Ministério Público (Conamp), Norma Cavalcanti; dentre várias outras autoridades.

Estiveram presentes, ainda, os desembargadores Roberto Barros (presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre, TRE-AC), Samoel Evangelista (diretor da Escola do Poder Judiciário, Esjud) e Laudivon Nogueira (presidente da 1ª Câmara Cível do TJAC), além do juiz de Direito  Luís Camolez, representando a Associação dos Magistrados do Acre (Asmac).

solenidade_posse_mp_tjac_3

Eva Evangelista parabenizou o procurador-geral de Justiça por sua recondução ao cargo após uma primeira gestão marcada não só pela “unicidade de propósitos e a conjugação de esforços”, mas também pela “solidariedade e a responsabilidade”.

“Este é um momento muito feliz. Que esta nova fase se revele com maior disposição para a inadiável missão de construtores da cidadania e de operários da esperança para aqueles que mais precisam do amparo e do acolhimento para ter garantidos os seus direitos. Nós precisamos estar irmanados em busca dessa paz social que tanto precisamos e tentamos diariamente construir”, disse a decana do TJAC.

solenidade_posse_mp_tjac_8

O governador do Estado, Tião Viana, também parabenizou os empossados pela recondução aos seus respectivos cargos. O mandatário do Poder Executivo Estadual ressaltou ainda, em seu discurso, a relação de “harmonia e independência” existente entre o atual governo e o MPAC.

“Dr. Oswaldo reúne todas as qualidades para ser mais uma vez um grande procurador de Justiça na história do Acre, em nome do Ministério Público. (…) Meu sentimento é de alegria por vir aqui prestar reconhecimento e valorização a uma pessoa especial, comprometida com as causas sociais. (…) Que ele possa ter êxito em sua missão constitucional, juntamente com todos os seus pares”, finalizou Tião Viana.

solenidade_posse_mp_tjac_6

Por sua vez, o procurador-geral de Justiça, Oswaldo D´Albuquerque, agradeceu a Deus, à família e aos amigos e colegas do MPAC pela honra de ser reconduzido à chefia da instituição, assinalando seu compromisso de continuar avançando na defesa dos direitos dos cidadãos.

“Nós tivemos dois anos de muito sucesso. Conseguimos nosso objetivo maior que foi aproximar o MP da população, continuamos a desenvolver nossas atividades de combate ao crime organizado e à corrupção. E nós não vamos inventar a roda: o segundo mandato é mais trabalho ainda para que nós possamos continuar avançando na defesa da sociedade e dos cidadãos acreanos”, considerou D´Albuquerque.

solenidade_posse_mp_tjac_4

Também a corregedora-geral do MPAC, Kátia Araújo, agradeceu aos familiares, amigos e colegas de profissão pela “honrosa” recondução ao cargo, o qual classificou como “desafiador, mas também extremamente gratificante”.

“(Vamos) continuar orientando e fiscalizando o cumprimento dos deveres de Estado de todos os membros de nossa instituição e de sua conduta, como nos impõe a Lei Orgânica do Ministério Público do Acre, muito embora eu esteja certa de que, a grande maioria mantém, (de forma) pública e (também) em particular, uma conduta ilibada e irrepreensível, que dignifica o cargo que ocupam e a função que exercem”, disse a corregedora-geral do MPAC.

solenidade_posse_mp_tjac_5

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 02/02/2016