Curso “Procedimentos em Perícias de Trânsito e em Veículos” promovido pela Esjud é concluído com sucesso

Capacitação continuada foi destinada a profissionais que atuam diretamente nos locais onde ocorreram acidentes de trânsito, como os agentes do Programa Justiça Volante.

O projeto piloto de ensino semipresencial do curso “Procedimentos em Perícias de Trânsito e em Veículos” foi concluído na última sexta-feira (16). A realização é do Tribunal de Justiça do Acre, por meio da Escola do Poder Judiciário (Esjud).

curso_pericia_transito_tjac_5

O facilitador Haley Vilas Boas esclarece que se trata de uma capacitação continuada com um público que atua diretamente nos locais onde ocorreram acidentes de trânsito, juntamente com servidores que auxiliam na logística desse trabalho.

A carga horária de 200h contemplou módulos sequenciados de conhecimentos focados em duas áreas: Perícia Veicular e Legislação em Ações Emergenciais e Preventivas com Produtos Perigosos.

curso_pericia_transito_tjac_4

Um dos alunos foi o agente de trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Jônatas Araújo, ele colabora no projeto Justiça Volante e acredita que o enriquecimento de conhecimentos técnicos aprimora a atuação da equipe nas ocorrências.

Segundo Augusto Mota, que trabalha no Juizado de Trânsito, a capacitação possibilita aos peritos e servidores entregarem um trabalho mais completo para os julgadores que vão realizar a mediação.

Já a aluna Nelsirlande Saldanha, destaca que a qualificação aumenta a especialidade dos profissionais para lidar com a problemática diária. “Nosso aprendizado foi muito grande! Achei muito relevante as aulas sobre capotamento, clonagem de veículos, adulterações e identificação de veículos furtados”, comenta.

Os participantes do curso tiveram a oportunidade de colocar em prática o aprendizado sobre frenagem e velocidades. O local escolhido foi a estrada do Barro Vermelho, bairro Custódio Freire.

“Os alunos realizaram cálculos para provar cientificamente qual a velocidade do veículo, para então averiguar se houve descumprimento da legislação, assim como conferir o percurso, se saiu de pista e ter uma opinião técnica fundamentada para analisar os sinistros”, esclareceu Vilas Boas.

DSC_0693

Outras atividades contemplaram as temáticas sobre condutas emergenciais, o fator humano em acidentes de trânsito, decodificação e codificações de chassi, vistorias e padrões para os croquis de perícia.

Postado em: Notícias | Tags:, ,