Corregedoria Geral da Justiça destaca ações para promover dinamismo da atividade judicial

Em entrevista à série “Corregedoria em Destaque”da Anoreg/BR, desembargadora Waldirene Cordeiro também falou sobre os serviços extrajudiciais (cartórios).

Corregedora geral de Justiça, a desembargadora Waldirene Cordeiro concedeu entrevista à série “Corregedoria em Destaque”, da Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR). Ela explicitou a necessidade de aperfeiçoamento da prestação jurisdicional, com ações que promovam o aprimoramento das rotinas cartorárias, a melhoria dos fluxos de trabalho, e a celeridade no julgamento processual.

A desembargadora-presidente Denise Bonfim tem implementado um novo patamar de gestão participativa e administração colaborativa, em que a Vice-Presidência e a Corregedoria Geral da Justiça (Coger) integram as agendas de trabalho, otimizam as demandas internas e externas, para maximizar resultados à maior qualificação dos serviços prestados à sociedade.

A própria corregedora tem elogiado essa iniciativa, que permite maior integração e a liderança do Tribunal. “É notória e notável a sua condução à frente da Instituição, com um modelo moderno administração compartilhada, em que todos os atores são convidados a participar e construir soluções conjuntas”, disse.

Na entrevista, a desembargadora Waldirene Cordeiro também falou sobre as atividades relacionadas aos serviços extrajudiciais; a mediação e conciliação realizadas em cartórios; a usucapião administrativa como método eficaz para desburocratização; e o uso das ferramentas disponíveis para as fiscalizações, através da adoção de sistemas de tecnologia que modernizarão os processos de trabalho inerentes às funções da Coger.

A entrevista completa você pode acessar aqui.

(Com informações da Anoreg/BR)

Postado em: COGER, Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 13/08/2020