Corregedor atende reivindicação de vereadores de Feijó

O juiz Anastácio Lima de Menezes já está em Feijó onde deve permanecer pelos próximos dias despachando processos das áreas cíveis e criminais do município, atendendo a reivindicação feita no início da semana por quatro vereadores do município que passaram os últimos dias em Rio Branco numa autêntica peregrinação por gabinetes de autoridades locais, incluindo o corregedor geral do Tribunal de Justiça, desembargador Arquilau de Castro Melo e o governador do Estado Jorge Viana, em busca de melhorias para o município. As reivindicações incluem várias áreas. Na área de Justiça e Segurança Pública, o pedido incluiu a construção de uma nova delegacia e a permanência de um juiz e um promotor efetivo no município. O desembargador Arquilau de Castro Melo, corregedor geral de Justiça, logo após a reunião com os vereadores, declarou que a reivindicação da permanência de juízes de Direito no município é justa e que o Tribunal de Justiça iria atender o pedido. Nesta quarta-feira, pela manhã, o juiz Anastácio Lima de Menezes viajou para Feijó, atendendo à reivindicação. O município está sem juiz efetivo desde novembro quando José Augusto de Melo Silva, que permaneceu na comarca por cinco anos, foi promovido para a Vara Criminal de Brasiléia. O corregedor Arquilau Melo reconheceu a necessidade de um juiz efetivo na comarca e destacou que o presidente do TJ, desembargador Samoel Evangelista deve realizar concurso para preenchimento de varas como a de Feijó no início de 2006. “Enquanto o concurso não é realizado, a solução é manter um juiz com frequência em Feijó e em Tarauacá, o que já estamos fazendo”, disse o corregedor.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 15/12/2005