Começar de Novo: Vepma realiza evento de formatura de mais uma turma de cabeleireiros

A Vara de Execuções de Penas e Medidas Alternativas (Vepma) da Comarca de Rio Branco realizou na noite da última segunda-feira (24), no Palácio da Justiça, Centro Cultural do Tribunal de Justiça do Acre, a cerimônia de formatura de mais uma turma do curso profissionalizante de formação de cabeleireiros, disponibilizado pela unidade judiciária em parceria com Serviço Nacional de Aprendizagem (Senac/AC) através do programa “Começar de Novo”.

Estiveram presentes no evento, a juíza titular da Vepma e coordenadora do programa no Acre, Maha Manasfi, a diretora regional do Senac/AC, Hirlete Meireles, o diretor do Instituto de Administração Penitenciária do Estado do Acre (Iapen/AC), Martin Hussel, o representante da Secretaria de Estado de Pequenos Negócios, Marcelo Ribeiro, além de amigos e familiares dos formandos.

Maha Manasfi congratulou os novos profissionais da área da beleza pela conquista do certificado profissional e principalmente, pela “perseverança” com que enfrentaram os quase cinco meses de duração das atividades profissionalizantes.

A magistrada também agradeceu o apoio do Senac/AC e da Secretaria de Estado de Pequenos Negócios às atividades do “Começar de Novo” no estado do Acre e destacou o trabalho de reinserção social desenvolvido pela Vepma.

“Esse é um dia para ficar na história. Não é qualquer um que aguenta. Nós temos certeza que essa turma, como todas as turmas que se formaram antes, está muito preparada. Agora é ter a coragem de enfrentar o mercado de trabalho. Nós estamos torcendo por vocês. Queremos dentro de um futuro próximo visitá-los em seus próprios salões e ver o seu sucesso”, afirmou.

Também a diretora regional do Senac/AC, Hirlete Meireles, parabenizou os formandos pela conquista da profissão. Ela conclamou os alunos a aproveitarem a oportunidade e escreverem uma nova história em suas vidas.

“Esse é o primeiro degrau de vários outros que virão no futuro de vocês. A vida não é fácil, ela é feita de obstáculos e nós temos que percorrer todos eles. É o momento de refletir sobre tudo que vocês passaram e agarrar com todas as forças essa oportunidade que vocês têm agora”, ressaltou.

Durante o evento no Palácio da Justiça, 30 formandos receberam os certificados de conclusão do curso, que teve cerca de cinco meses de duração e carga horária total de 400 horas/aula. As atividades foram coordenadas pelo instrutor Mário de Albuquerque.

O ex-reeducando Marcos Rocha é um dos novos profissionais da área da beleza formado através do programa “Começar de Novo”. Ele fala que a conclusão do curso de formação de cabeleireiros constitui um verdadeiro marco em sua vida.

“Eu me sinto muito bem. Sou ex-presidiário e não tive as oportunidades que estou tendo agora, de fazer esse curso, me formar e sair da vida que levava antes. Estou me dedicando agora a manter meu pequeno salão, tenho procurado não errar de novo e graças a Deus tenho recebido muita ajuda, tanto da equipe da Vepma quanto do Iapen e do Senac”, disse.

Atendimentos sociais

Durante as atividades de formação, os futuros profissionais da área da beleza realizaram milhares de atendimentos gratuitos – dados preliminares giram em torno de 2.500 -, em comunidades carentes, escolas, igrejas, lares vicentinos e nos presídios femininos da Capital e dos municípios de Cruzeiro do Sul e Senador Guiomard.

Nas ações foram arrecadados 480 quilos de alimentos não-perecíveis, que foram doados a instituições que atuam no tratamento de dependentes químicos, como a Associação de Pais e Amigos de Dependentes Químicos (Apadeq) e as casas terapêuticas Arco-Íris, Shalon e Caminho de Luz.

Sobre o programa

O programa “Começar de Novo” visa à sensibilização de órgãos públicos e da sociedade civil para que forneçam postos de trabalho e cursos de capacitação profissional para presos e egressos do sistema carcerário. O principal objetivo do programa, portanto, é promover a cidadania e assim, reduzir a reincidência de crimes.

As ações profissionalizantes e de ressocialização são uma marca registrada do programa, idealizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e coordenado, no Acre, desde 2007, pela juíza de Direito Maha Manasfi, titular da Vepma.

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Atualizado em 19/12/2014