Comarca de Mâncio Lima realiza Campanha de conscientização e combate ao mosquito Aedes Aegypti

Objetivo é colaborar de maneira efetiva na luta contra um único mosquito, que é transmissor de diversas doenças, Dengue, Chikungunya e do vírus Zica.

No intuito de colaborar de maneira efetiva na luta contra o Aedes Aegypti, tarefa incentivada pela atual Gestão do Tribunal de Justiça do Estado do Acre, os servidores do Poder Judiciário que atuam no Fórum da Comarca de Mâncio Lima, se mobilizaram e iniciaram na terça-feira (29 de março) uma Campanha de prevenção aos focos criadouros de larvas deste mosquito, vetor de transmissão da Dengue, Chikungunya e do vírus Zica.

As atividades desenvolvidas, que foram iniciativa dos próprios servidores da Comarca, incluem limpeza da área externa e interna do fórum da Comarca, erradicando possíveis focos, realização de palestra informativa enfatizando as formas de eliminação dos focos criadouros de larvas do mosquito Aedes Aegypti e a distribuição de materiais de conscientização aos servidores.

campanha_contra_dengue_mancio_lima_tjac_1

Para realização dessa ação de combate e prevenção dos criadouros das larvas do Aedes Aegypti a Diretoria do Foro da Comarca de Mâncio Lima está contanto com o apoio dos órgãos locais como Controle de Endemias, Vigilância Sanitária e o serviço de limpeza pública do município.

Na última quinta-feira (dia 31 de março), foi realizada uma palestra, pelo Município e a vigilância sanitária na Comarca com a finalidade de preparar os serventuários da Justiça lotados em Mâncio Lima a combaterem o mosquito causador de tantos males a nossa saúde, bem como fazer que os servidores tornem-se multiplicadores das informações recebidas.

campanha_contra_dengue_mancio_lima_tjac_2

O juiz de Direito, Marcos Rafael, titular da Comarca de Mâncio Lima, com competência prorrogada à 1ª Vara Criminal e a subsecretaria do Juizado Especial Criminal da Comarca de Cruzeiro do Sul, apesar de não ter participado da palestra, fez questão de elogiar e enfatizar a importância da Campanha na luta contra essas doenças.

“O combate ao mosquito Aedes Aegypti vem tomando grande repercussão e importância em todo Brasil. Aqui no Vale do Juruá, além da dengue, da febre chikungunya e da febre zika, tem-se ainda notícias de muitos indivíduos infectados pela malária. Especificamente em Mâncio Lima, três servidores do Poder Judiciário, este ano, foram infectados por doenças transmitidas por mosquitos. Por isso, buscou-se, além do combate aos criadouros, dar o efetivo exemplo à comunidade local, a fim de que as pessoas passem a adotar uma postura mais proativa de combate aos mosquitos nos seus próprios lares, o que é fundamental para que possamos vencer a guerra contra esses vetores”, afirmou o magistrado.

Campanha Institucional no TJAC

Preocupada com a situação emergencial provocada pela Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, a atual gestão do Tribunal de Justiça do Acre decidiu lançar uma campanha de esclarecimento, conscientização e prevenção da doença. A iniciativa vai ao encontro da perspectiva da alteridade (colocar-se no lugar do outro), do “cuidar e servir”, adotada pela Administração. Ao mesmo tempo, trata-se da humanização do Judiciário, que tem sido colocada em prática pela gestão.

Equipes das Diretorias de Informação Institucional (Diins), de Gestão Estratégica, de Logística, além da Presidência, estão desenvolvendo conjuntamente ações, para intensificar a campanha no Judiciário Estadual.

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Publicado em 04/04/2016