Comarca de Acrelândia realiza programação especial para marcar os 19 anos de instalação do Fórum

Programação especial incluiu atividades culturais, esportivas e recreativas que contemplaram tanto o público adulto quanto crianças e adolescentes.

Em clima de grande festividade, a Comarca de Acrelândia comemorou no último domingo (28) os 19 anos de instalação do Fórum Juiz de Direito João Oliveira de Paiva.

Para marcar a data, a Direção do Foro realizou o projeto “Judiciário e Comunidade, juntos pela paz”, com uma vasta programação, distribuída em atividades culturais, esportivas e recreativas que contemplaram tanto o público adulto quanto crianças e adolescentes.

aniversario-comerca-acrelandia-jun15-7

As atividades tiveram início pela manhã com o oferecimento de um café da manhã aos servidores do fórum, do qual também participou a Ouvidora do TJAC, juíza de Direito Olívia Ribeiro.

Em seguida, foram realizadas diversas atividades desportivas voltadas à comunidade, nas modalidades infanto-juvenil e adulto, além de brincadeiras e entrega de presentes às crianças.

Já no período da tarde, foi realizada uma cicleata em prol da paz no município de Acrelândia. A atividade contemplou também uma premiação especial à parte para a bicicleta mais enfeitada.

Após a cicleata, foi a vez de o público presente prestigiar uma belíssima exibição da Banda Municipal de Percussão de Acrelândia (Bampac).

Uma apresentação do grupo local de capoeira “Arte e Vida” e a realização de um amistoso de futebol entre os servidores da Comarca de Acrelândia e os servidores da Comarca de Plácido de Castro marcaram o encerramento das atividades oficiais.

A diretora do Foro da Comarca de Acrelândia, juíza de Direito Maria Rosinete, se disse feliz não somente pela data, mas também pela oportunidade de contribuir para promover uma maior aproximação do Judiciário à sociedade acrelandense, com vistas ao bem estar social.

“Tenho a magistratura como uma missão e, com isso, sinto-me responsável pela aplicação da lei, da Justiça e pela prestação de um serviço relevante para o povo. Com a concretização deste projeto ‘Judiciário e Comunidade, juntos pela paz’, o qual só foi possível com o esforço de todos os servidores da Comarca e a contribuição dos demais colaboradores, com certeza promoveu-se a interação e integração do Judiciário na sociedade, visando o bem social”, disse a magistrada.

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 01/07/2015