Cidade da Justiça de Rio Branco: presidente Adair Longuini e governador Tião Viana visitam obra

O desembargador-presidente Adair Longuini e o governador do Estado Tião Viana visitaram na última quinta-feira (06) as obras da Cidade da Justiça de Rio Branco. Eles percorreram toda a estrutura da construção do primeiro bloco do complexo arquitetônico – que irá abrigar o Fórum Criminal.

“Aqui funcionará toda a área criminal existente hoje em Rio Branco e também os tribunais do júri. É uma obra com mais de cinco mil metros quadrados e sua execução está dentro do cronograma. Os recursos são provenientes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por meio do Governo do Estado”, explicou Adair Longuini.

O presidente do Tribunal de Justiça Acreano destacou também que o complexo permitirá a reunião dos serviços judiciais em um mesmo espaço físico. “Atualmente nossas unidades judiciárias criminais estão espalhadas em vários pontos da cidade. Aqui os cidadãos terão acesso facilitado ao Judiciário, com uma estrutura integrada, mais ampla, moderna e eficiente”, considerou Longuini.

Orçado em R$ 9.871.229,60, esse primeiro bloco possuirá 5.070 m² de área construída. Composto de cinco pavimentos, ele abrigará as 11 unidades criminais da Comarca de Rio Branco e alocará cerca de 150 funcionários públicos, entre servidores e magistrados.

Tião Viana parabenizou Adair Longuini pelo projeto e disse que a obra irá determinar o ordenamento funcional do TJAC. “Parabéns Longuini por esta obra. Aqui tem a porta de entrada e a porta de saída para os usuários da Justiça do Acre. Esta é uma grande obra que ajuda muito o funcionamento do Tribunal, ajuda o cidadão que recorre à Justiça. Ganha o Governo e ganha a sociedade. O Governo está muito alegre em ver isto e o que me anima mais ainda é que em janeiro nós vamos estar aqui prestigiando a inauguração deste primeiro módulo de um total de seis”, ressaltou Tião Viana.

O juiz Marcelo Carvalho, presidente da Associação dos Magistrados do Acre (Asmac), entre outros magistrados, acompanhou a visita. Também acompanharam a visita os proprietários da empresa Ipê Empreendimentos Imobiliários, José Eduardo e Frederico Moura Leite.

A Cidade da Justiça está sendo erguida em uma área de terra de 60 mil metros quadrados, doada pela empresa Ipê ao Governo do Estado e afetada ao Poder Judiciário. Ela está localizado na Avenida Paulo de Lemos Moura Leite, Bairro Portal da Amazônia III, nas proximidades do Hospital das Clínicas (antiga Fundhacre).

Andamento da obra

De acordo com os engenheiros e equipe técnica responsáveis pela execução da obra, mais de 60% do conjunto estrutural do bloco estão concluídos. De acordo com o cronograma seguido, a previsão é de entrega da obra em janeiro de 2013.

Cerca de 100 operários, distribuídos em até três turnos, trabalham em ritmo acelerado para executar a obra, inclusive aos domingos.

Já estão prontas as estruturas dos pavimentos subsolo e térreo, e as estruturas dos primeiro e segundo pavimentos estão em fase de conclusão. Também já estão sendo executadas as alvenarias do pavimento subsolo e do térreo, assim como também as instalações elétrica e hidráulica.

Galeria de Imagens

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Atualizado em 03/07/2015