Cepal e TJ homenageiam governador e secretário de Segurança

A gratidão e o reconhecimento do presidente do Tribunal de Justiça, Ciro Facundo de Almeida, e de toda a equipe da Central de Penas Alternativas (Cepal), ao governador Jorge Viana e ao secretário de Segurança Pública Fernando Melo, foram manifestadas publicamente hoje ao meio-dia, durante rápida solenidade no Centro de Capacitação do Poder Judiciário. O desembargador entregou duas placas de “gratidão e reconhecimento pela manutenção e ampliação” das ações da Cepal em Rio Branco e Cruzeiro do Sul ao governador Jorge Viana e ao procurador-geral do Estado, Edson Machini, que representou o secretário Fernando Melo. Citando o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Acre, Adherbal Correa, Facundo disse que “ninguém ama mais o Acre que o governador Jorge Viana, eu acho que pode existir até alguém que ame o Acre igual ao senhor, governador, mas, mais que o senhor, é impossível”. A Cepal é a responsável pela recuperação de pessoas que cometem pequenos crimes e que são condenadas até quatro anos de prisão. Uma vez atendidas pela unidade, passam a se chamar reeducandos, prestando serviços na sociedade e fazendo os mais diversos cursos que vão desde alfabetização, ensinos fundamental e médio, passando até por aprendizagens profissionais como de eletricista, encanador e pintor de parede, além de outros. Como o sistema penitenciário no Brasil faliu, disse ontem o presidente do TJ, as penas alternativas são a grande solução para o problema carcerário no País. No Acre, lembrou o desembargador, um preso na Penal custa mensalmente ao Estado algo em torno de cinco salários mínimos. Na Cepal, esse mesmo preso não sai por mais de um salário mínimo mensal. Por último, Facundo lembrou que as duas homenagens eram “justíssimas”, uma vez que tanto o governador Jorge Viana, quanto o secretário Fernando Melo, sempre dispensaram à Cepal e ao próprio tribunal, muito carinho, muita atenção, “nunca negando um apoio sequer às nossas ações. Nós somos muito gratos ao governador e ao secretário. Nesses dois anos em que fiquei à frente do tribunal, nunca tive problema com o governo do Estado, pelo contrário, sempre o governador me tratou muito bem, sempre atendeu aos nossos pedidos”. Jorge Viana, por sua, revelou surpreso com a homenagem, disse ter ficado muito feliz em ser lembrado pela Cepal e o TJ e firmou o compromisso de ajudar ainda mais o Poder Judiciário nesses próximos dois anos de seu mandato”. Fonte: Assessoria de Imprensa TJAC

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 31/01/2005