Caso Janete Pinheiro: Acusados de latrocínio são ouvidos na 3ª Vara Criminal da capital

Durante audiência de instrução e julgamento realizada nesta quarta-feira (2), o Juiz de Direito Raimundo Nonato Maia, Titular da 3ª Vara Criminal de Rio Branco, ouviu os depoimentos   de Kelvin Mariano de Oliveira e Ariclenes Firmino da Silva, denunciados pelo Ministério Público pela prática de crime de latrocínio (roubo seguido de morte), previsto no artigo 157, parágrafo III, segunda figura do Código de Processo Penal (CPP).

Segundo os autos (processo nº 0024063-39.2010.8.01.0001), os fatos ocorreram no dia 23 de agosto de 2010, quando durante uma tentativa de assalto os acusados assassinaram a empresária Janete Silva de Morais, com um disparo de arma de fogo.

Além dos acusados, o Magistrado ouviu três testemunhas de acusação e uma de defesa, devendo ouvir mais duas em audiência a ser designada nos próximos dias. As demais testemunhas foram dispensadas pelos Defensores Públicos Rivana Ricarte e Armisson Lee, que patrocinam a defesa dos acusados.

Após ouvir as testemunhas que ainda não prestaram depoimento, o Magistrado concederá o prazo de cinco dias úteis para que a defesa de cada um dos acusados proceda às alegações finais e, em seguida, proferirá as sentenças.

 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 02/02/2011