Cartório de Capixaba é repassado à iniciativa privada

A Direção do Tribunal de Justiça do Acre repassou na última sexta-feira (4), mais um cartório à iniciativa privada. A solenidade de instalação do Tabelionato de Notas, Tabelionato de Protesto de Títulos, Ofícios do Registro Civil das Pessoas Naturais, do Registro de Imóveis e do Registro de Títulos e Documentos e das Pessoas Jurídicas da Comarca de Capixaba foi prestigiada pelo Presidente do TJAC e pelo Corregedor Geral da Justiça, Desembargadores Pedro Ranzi e Samoel Evangelista, respectivamente, pela Juíza de Direito Luana Campos, pelo Vereador Adalício Júnior, diretores, assessores e servidores do Judiciário.

A sede das Serventias Extrajudiciais de Capixaba, cujo delegatário é o bacharel em Direito Julle Anderson de Souza Mota, está localizada à Avenida Governador Edmundo Pinto, nº 571, no Centro da cidade.

Durante o ato, o Presidente do TJAC falou da satisfação de sua gestão em poder concluir o processo de privatização dos cartórios acreanos, em cumprimento à determinação constitucional. Ao mesmo tempo, o Desembargador lamentou a entrega dos serviços que até então eram executados pelo Judiciário "Trata-se  um filho, bem cuidado, que estamos entregando", afirmou Pedro Ranzi emocionado.

Ele desejou sucesso ao delegatário Julle Anderson e a sua equipe, pedindo que a comunidade que auxilie o Judiciário na fiscalização dos serviços que serão oferecidos pela iniciativa privada à população.

O Presidente lembrou o trabalho realizado por anos pelo Judiciário e seus servidores e fez um agradecimento especial ao Corregedor Geral da Justiça e sua equipe, pelo excelente serviço que têm prestado nesse período de transição. "Os senhores estão de parabéns pela organização e lisura do processo", enfatizou.

Ao cumprimentar os presentes, o Desembargador Samoel Evangelista falou do empenho da atual gestão no sentido de interiorizar as ações do Poder Judiciário, visando aproximar cada vez mais a Justiça e o cidadão. Ele desejou sucesso ao delegatário e parabenizou a Administração do Tribunal pelo êxito do concurso que selecionou os delegatários que conduzirão as serventias acreanas a partir de agora. "Os senhores têm um grande desafio, pois é direito do cidadão o acesso a serviços de qualidade", asseverou.

O delegatário Julle Anderson, que é um ex-servidor do Poder Judiciário, agradeceu a confiança que está sendo depositada em sua pessoa e disse estar feliz pela forma como foi acolhido pela população local. Ele afirmou que a serventia está preparada para prestar todos os serviços que lhe são inerentes, com presteza e eficiência. "Para mim é um orgulho, hoje, assumir esta missão que mim está sendo confiada", finalizou.

 

Leia mais:

 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 07/06/2010