Câmara Criminal nega liberdade a professor acusado de pedofilia

Em decisão unânime durante sessão ordinária realizada nesta quinta-feira, 8, os Desembargadores que compõem a Câmara Criminal negaram o Habbeas Corpus impetrado pelo Advogado Silvano Santiago em favor Antonio José de Castro Souza, acusado de crime contra a liberdade sexual – estupro de vulnerável.

Os membros da Corte acompanharam o entendimento do Relator do processo, Desembargador Francisco Praça, que havia decidido por negar a ordem.

Com a decisão do Colegiado, o réu, que é professor de ensino fundamental e acusado de abusar de um de seus alunos, cumpre prisão preventiva decretada pela Juíza de Direito Denise Bomfim, da 2ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 09/04/2010