Atual gestão do TJAC desenvolve nova dinâmica cultural no Palácio da Justiça

Presidência tem trabalhado com afinco para que o espaço promova e receba as mais diversas manifestações de arte.

Como forma de integrar as mais diferentes manifestações artísticas ao âmbito do Judiciário Acreano, a atual gestão do Tribunal de Justiça do Acre passou a implementar uma nova dinâmica cultural no Palácio da Justiça – centro de Rio Branco.

A ideia é de que o prédio assuma uma proposta de atividades em que magistrados, servidores, operadores do Direito, colaboradores e, especialmente, os cidadãos sejam favorecidos com o acesso aos bens culturais, e a divulgação da produção de múltiplas artes.

“A essência do Palácio da Justiça é a questão cultural, por isso esse espaço precisa ser mais, e melhor utilizado, com maior volume e diversificação de artes, para mostrar à sociedade o lado mais humanizado e sensível da Justiça, e possibilitar que se promovam os melhores eventos possíveis dessa natureza”, destacou a desembargadora-presidente Denise Bonfim.

Esse trabalho tem sido idealizado e colocado em prática por ela, com a colaboração da Diretoria de Informação Institucional (Diins), através da Gerência de Acervos (Geace), que cuida e administra o Palácio.

A Presidência também vai otimizar e modernizar o empreendimento, na perspectiva de proporcionar maio acolhimento ao público em geral.

O projeto também tem importância fundamental para divulgação do trabalho de artistas locais, colocando a unidade à disposição dos profissionais e de seus respectivos trabalhos.

A partir de agora, outras muitas programações acontecerão no local, como artes plásticas, exposições, literatura, palestras, encontros, etc.

Uma roda de poesia da Associação dos Poetas Acreanos (APA), por exemplo, já está programada para ocorrer na noite da próxima sexta-feira (31), sendo aberta ao público.

Os trabalhos também são uma forma de valorizar os artistas acreanos e disseminar a cultura, fundamental para a compreensão “ser e estar no mundo”, aguçar a sensibilidade das pessoas, e a capacidade de percepção da realidade a sua volta.

As atividades

O Centro Cultural do Palácio da Justiça recebeu o lançamento do livro “Tecido do Coração”, da professora doutora Luísa Lessa, presidente da Academia Acreana de Letras (AAL).

O evento teve a participação de outros acadêmicos, como Renã Leite, que é presidente da APA; e de Moisés Diniz. A ex-governadora do Acre, Iolanda Flemming, a vice-prefeita de Rio Branco, Socorro Nery; e Adalberto Queirós, que é presidente do Conselho de Cultura Municipal, prestigiaram a atividade – que também teve a  participação da professora Toinha e do poeta Mauro Modesto.

Com o lançamento da obra poética, o evento marcou ainda a Abertura do Ano Acadêmico/ Literário 2017.

“Além dos agradecimentos habituais, ficam eternizados o respeito e a estima a Vossa Excelência e a equipe do Centro Cultural, por ter permitido a realização desta atividade cultural. Na oportunidade, externamos nossa profunda admiração, e renovamos protestos de consideração”, frisou Luísa Lessa, que ainda elogiou o zelo, a presteza, educação e atenção dos servidores que atuam no espaço, em nome da presidente do TJAC, e do titular da Geace, Leopoldo Neto.

Visita

O Palácio também recebeu neste mês de março a visita dos discentes do curso de Pedagogia da Ufac, que vieram de Sena Madureira para conhecer o prédio histórico – que literalmente foi a primeira sede Tribunal de Justiça do Acre.

Lá, eles aprenderam sobre história, percorreram as instalações, visitando os diversos setores do espaço, e conheceram mais sobre o Judiciário Estadual e sua relevância para a sociedade.

 

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 28/03/2017