Ações para ampliar proteção às vítimas de violência doméstica são debatidas

Encontro realizado por meio de videoconferência, no qual, foram discutidos o envolvimento da Rede à Campanha Sinal Vermelho e interiorização das ações

A Rede Estadual de Proteção à Mulher composta por diversas instituições e Órgãos Públicos realizou reunião por videoconferência, na terça-feria, 7, com objetivo de ampliar as ações de combate à violência doméstica e familiar.

Entre as pautas debatidas estavam: o envolvimento da Rede de Proteção à Campanha Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica e interiorização das ações, mediante videoconferências.

O encontro foi organizado pela Coordenadoria Estadual das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Comsiv), do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), e teve a participação de magistrados, representantes do Programa Justiça Presente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), da Associação dos Magistrados do Acre (Asmac), do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), da Procuradoria-Geral estadual (PGE/AC), da Secretária Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Sasdh) e do Sindicato do Comercio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Estado do Acre.

Para a coordenadora da Comsiv, desembargadora Eva Evangelista, o engajamento e participação de todos os integrantes da Rede foi essencial para concretização da campanha e, consequentemente, o enfrentamento desses crimes. “Destaco a relevância da participação de todos, instituições públicas e privadas nessa campanha”, comentou.

O presidente da Asmac, juiz de Direito Danniel Bomfim, também agradeceu o envolvimento de todos. “A Campanha já é um sucesso, nós tivemos o apoio de várias instituições e outras que foram somando seus esforços, fazendo um excelente trabalho de divulgação. Agora, o próximo passo é ampliar o alcance no interior”.

Já sobre a interiorização da Rede, a decana da Corte de Justiça, expôs que em 2019 foram instalados em 11 municípios do estado. Mas, como alertou a magistrada, “precisamos atingir todos e podemos fazer isso por videoconferência, enquanto durar a pandemia”.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:,

Fonte: Atualizado em 07/07/2020