2º Ofício de Registro de Imóveis é exemplo no cumprimento das medidas sanitárias durante pandemia

O calendário de correição nos serviços extrajudiciais continua até o dia 23 

Em atividade correcional nesta sexta-feira, 18, no 2º Ofício de Registro de Imóveis, a equipe da Corregedoria-Geral da Justiça constatou o alto zelo praticado pelo interino da unidade extrajudicial nos requisitos de organização e cuidados para evitar a proliferação do novo coronavírus.

Os cuidados sanitários são notados logo na entrada do imóvel, onde os usuários aguardam por atendimento, do lado externo, mas com atenção por parte do supervisor, em manter o distanciamento entre as poltronas, fornecimento de água para consumo e álcool gel. O cenário não é tão diferente no interior do espaço, mas impressiona pela atenção e monitoramento dos funcionários com a utilização dos equipamentos de proteção individual e coletiva.

As mesas de atendimento dos funcionários estão em distanciamento e foram colocadas placas de acrílico entre o atendente e o usuário, na distância razoável permitida, para evitar a transmissão de gotículas e contato físico, que, segundo a Organização Mundial da Saúde, são as principais formas de contágio da COVID-19.

Além do cumprimento das medidas sanitárias, o elevado nível de organização do ambiente, em relação a limpeza, organização de materiais, documentos entre outros, foram  pontos relevantes pela equipe de fiscalização da Coger.

O juiz-auxiliar da Coger, Leandro Gross, que participou a correição, salientou que o 2º Ofício de Registro de Imóveis possui um cuidado extraordinário com os documentos depositados pelos usuários.

“Foi possível observar um arquivo muito organizado e protegido. Mostra que mesmo no período de pandemia, onde há limitação interna, o interino mostrou cuidado para com as pessoas {usuários} tanto na espera de atendimento lado interno quanto do lado externo”, disse ele destacando sobre o investimento feito na parte de informatização da unidade.

“Consideramos esse zelo uma forma exemplar. É possível uma serviço de qualidade. A gestão do Interino é um exemplo a ser seguido. Ganha o interno, pela organização, e também o usuário por estar recebendo um serviço com qualidade.”, finalizou.

O calendário de correição nos serviços extrajudiciais continua até o dia 23. O procedimento de correição é rotineiro e busca fiscalizar as tarefas nas unidades. Durante a ação, são observadas a infraestrutura, a qualidade dos serviços, o atendimento, dentre outros pontos. Também são esclarecidas possíveis dúvidas e é verificado o cumprimento dado às orientações emanadas pela Corregedoria-Geral da Justiça.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:,

Fonte: Atualizado em 18/09/2020