‘Caso Baiano’: MP pede 30 anos de prisão para os acusados e indenização de R$ 500 mil para família da vítima

O julgamento de três dos sete acusados de assassinar o mecânico Agilson Firmino dos Santos, o "Baiano", em setembro de 1996, entrou em seu terceiro dia. Os trabalhos, que haviam sido suspensos às 18h de terça (22), foram reiniciados às 8h desta quarta-feira com a sustentação da acusação pelos representantes do Ministério Público, representado pelos promotores de Justiça Álvaro Pereira, Leandro Portela e Rodrigo Curti.

Ao final da sua explanação, o MP pediu a pena máxima de 30 anos de prisão para os réus, bem como uma indenização no valor de R$ 500 mil, a ser paga por Hildebrando Pascoal, para a família da vítima.

O julgamento foi suspenso às 13h para o almoço e retomado às 13h45, quando teve início a sustentação oral dos advogados de defesa: Sanderson Moura, em nome de Hidelbrando Pascoal, Martiniano Siqueira, de Adão Libório, e Jair de Medeiros, de Alex Barros.

Veja a galeria de imagens dos três dias da sessão de julgamento.

Leia mais:

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 23/09/2009