Desembargadora-presidente Cezarinete Angelim participa de coletiva sobre Segurança Pública no Estado

Instituições destacaram que atuação da atual gestão do Tribunal tem sido fundamental no combate à problemática da violência no Acre.

A presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargadora Cezarinete Angelim, participou de uma coletiva de imprensa relacionada à questão da Segurança Pública no Estado. O encontro foi conduzido pelo governador Tião Viana, aconteceu na Casa Civil na tarde desta segunda-feira (22), e teve as presenças dos representantes das principais instituições, inclusive dos três poderes.

Ao se dirigir à imprensa, o chefe do Executivo Estadual disse “que a situação (problemática da violência que assolou o Acre nestes últimos dias) está rigorosamente sob controle”. Ele também enfatizou que medidas de contenção já foram tomadas, e que outras estão em curso. Tião Viana elogiou a atuação do Tribunal – destacando a parceria da presidente do Tribunal -, que “não mediu esforços para colaborar de forma rápida e eficiente na coibição e punição dos atos criminosos”.

reuniao-seguranca-22ago16-2

A desembargadora destacou a importância da aproximação e do diálogo permanente entre as instituições no trabalho de controle da criminalidade. “O Tribunal de Justiça coeso e pronto para defender a sociedade, mantendo o seu olhar de atenção sobre a área de segurança e as questões de interesse dos cidadãos”.

Ao assinalar a necessidade de se buscar a pacificação social, Cezarinete Angelim ressaltou o trabalho dos juízes criminais, que se desdobraram proferindo decisões cautelares em defesa da sociedade, inclusive garantindo a prisão de criminosos.

reuniao-seguranca-22ago16-1

O presidente da Assembleia Legislativa Estadual, deputado Ney Amorim, elogiou a atual gestão TJAC “em virtude do compromisso pela defesa das questões de Estado”.

O procurador geral de Justiça Oswaldo D’Albuquerque também enalteceu o Poder Judiciário do Acre que, segundo ele, tem sido fundamental na manutenção da ordem pública.

Havia também na coletiva a presença de membros das Polícias Federal, Rodoviária, Civil e Militar, dos Bombeiros, etc.

Reunião com alta cúpula

Na última nesta sexta-feira (19), o Tribunal recebeu a alta cúpula da Segurança Pública do Estado. Conduzido pela desembargadora-presidente Cezarinete Angelim, o encontro foi marcado pelo diálogo institucional voltado à problemática da violência que assola o Estado nestes últimos dias.

Além do monitoramento situacional (com o acompanhamento ininterrupto dos acontecimentos, dos dados e de informações), a Presidência do Tribunal designou a Assessoria Militar (Asmil) para integrar a operação de segurança. Magistrados têm proferido a todo momento decisões cautelares em defesa da sociedade, inclusive garantindo a prisão de criminosos.

Para se ter uma ideia da relevância da agenda, os membros da Corte de Justiça Acreana estiveram presentes, inclusive toda a Administração do Tribunal: desembargadoras Denise Bonfim e Regina Ferrari, vice-presidente e corregedora geral da Justiça, respectivamente; desembargadores Samoel Evangelista, Pedro Ranzi, Francisco Djalma e Maria Penha.

reuniao_seguranca_tjac_3

Por outro lado, compareceram à reunião o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias; o comandante geral da Polícia Militar do Acre (PMAC), coronel Júlio César; o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Gundim; o diretor-presidente Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen), Martin Hessel; o secretário de Polícia Civil, Carlos Portela, e a diretora administrativa do Detran-AC, Alana Albuquerque.

A presidente do TJAC lembrou que instituições unidas dão uma resposta mais rápida e eficaz. “Juntos vamos mais longe”, completou.

Na ocasião, a desembargadora também fez questão de deixar uma mensagem para os cidadãos de Rio Branco e do Estado. “O Tribunal de Justiça está vigilante, preparado para o enfrentamento do que for necessário. O dia em que o juiz tiver medo, a sociedade não poderá dormir sossegada. Então, o cidadão acreano saiba que a magistratura está atenta e acompanhando com firmeza este momento”, assinalou.

A cúpula de segurança tem atuado conjuntamente, com a presença do Judiciário, das polícias Militar, Civil e Federal, do Exército e da Força Nacional.

Postado em: Geral | Tags:, ,

Fonte: Atualizado em 23/08/2016